WhatsApp
Tabloide
Televendas

Afaste a insônia! 4 Alimentos que estimulam o sono

A insônia é um distúrbio que afeta 36% dos brasileiros e interfere diretamente no dia-a-dia das pessoas. Além de causar irritação, diminuir a imunidade e influenciar na memória, aumenta as probabilidades de insuficiência cardíaca e AVC.
Entre as causas estão: estresse, ansiedade, depressão e hábitos inapropriados de sono.
Para tratar o distúrbio, a indústria farmacêutica desenvolveu inúmeros medicamentos, que só devem ser utilizados sob prescrição médica e que podem causas efeitos colaterais (dependência, amnésia, alucinações, problemas intestinais).
Uma das substâncias que são indicadas para o tratamento é a melatonina sintética.
Conhecida como “hormônio do sono”, é produzia pela glândula pineal, localizada no centro do cérebro.
Ela só é liberada quando escurece e por ser sensível a luminosidade, sua secreção é interrompida se houver luz natural, de televisão, celular e computadores.
Mas, se você prefere tratamentos alternativos e naturais, saiba que a produção de melatonina pode ser estimulada por alguns alimentos.
Abaixo, indicaremos 4 alimentos que são ricos em Triptofano, um aminoácido que é convertido em serotonina (hormônio da felicidade) e em melatonina:

1)Aveia
É um dos alimentos mais ricos em Triptofano e fibras que ajudam a regularizar o fígado, órgão responsável por sintetizar a melatonina.

2) Banana
Possui Triptofano, serotonina e magnésio, essencial para o relaxamento do corpo;

3) Gema de ovo
Deve ser consumida com moderação, uma a duas vezes por semana. Tem triptofano e também colina, aminoácido que estimula a memória e o raciocínio;

4) Abacaxi
A fruta proporciona o equilíbrio entre serotonina e melatonina no corpo, auxiliando na manutenção do sono.

Muitos distúrbios e problemas de saúde podem ser resolvidos com hábitos de vida saudáveis e uma alimentação adequada. Tente acrescentar estes alimentos na sua dieta e confira os resultados.


Nossas Lojas

Logomarca-Iquegami-Simples

Desenvolvido pela Williarts Internet. Todos os direitos reservados.